BuiltWithNOF
Anticorpos Séricos

 

Confira abaixo os principais anticorpos séricos que podem ser pesquisados no auxílio das doenças neuromusculares:

   * Anti-GM1 e asialo-GM1

     - neuropatia motora multifocal

     - doença do neurônio motor

     - síndrome de Guillain Barré axonal (associada com infecção por C. jejuni)

     - neuropatia motora axonal aguda (AMAN)

     Obs: importante para ajudar a distinguir neuropatia motora multifocal de esclerose lateral amiotrófica. Como ele pode estar presente nas duas condições, deve ser solicitado apenas nos casos onde as duas doenças são indistinguíveis clínica ou eletrofisiologicamente. Isso é particularmente verdadeiro nos pacientes sem sinais de neurônio motor superior no exame físico. Os níveis séricos são muito mais elevados na neuropatia motora multifocal. No contexto da Síndrome de Guillain-Barré, a dosagem de anti-GM1 deve ser feita apenas nas variantes axonais da doença, onde sua presença está associada com pior prognóstico de recuperação.

   * Anti-MAG (glicoproteína associada à mielina)

     - polineuropatia desmielinizante predominantemente sensorial com gamopatia monoclonal IgM

     Obs: esses pacientes apresentam sintomas sensoriais distais e algumas vezes ataxia da marcha. Quase todos os pacientes apresentam uma proteína monoclonal IgM. É mais comum em homens idosos.

   * Anti-SGPG

     - polineuropatia desmielinizante com gamopatia monoclonal IgM

     Obs: esses anticorpos geralmente estão associados com anticorpos anti-MAG.

  * Anti-Hu ou Anti-Anna 1

   - neuronopatia sensorial paraneoplásica

     Obs: esse exame deve ser solicitado em todos os pacientes com neuronopatia sensorial aguda ou crônica, principalmente se houver ataxia da marcha e história de tabagismo. O câncer mais comumente associado é o de pequenas células do pulmão. Um resultado negativo não exclui a possibilidade de câncer subjacente.

  * Anti-GQ1b

     - variante de Miller-Fisher da Síndrome de Guillain-Barré

      Obs: devem ser solicitados nos pacientes com ataxia, arreflexia e oftalmoparesia suspeitos de Síndrome de Miller-Fisher e para diferenciá-los de infarto de tronco cerebral ou botulismo. Sua presença sugere que a doença seja responsiva à imunoterapia.

   * Anti-GD1b

     - neuropatia sensorial crônica (forma atáxica)

     Obs: não são solicitados de rotina.

   * Anti-Sulfatídeo

     - neuropatia sensorial crônica

     Obs: esse teste não é solicitado de rotina devido à sua baixa sensibilidade. Está presente em menos de 1% dos pacientes com neuropatia sensorial crônica.

[EMG LAB] [Corpo Clínico] [Serviços] [Convênios Atendidos] [Dúvidas Frequentes] [Nossos Preços] [EMG LAB News] [Dicas Neuromusculares] [Imunoglobulina - IVIG] [Dças Imune-Mediadas] [Túnel do Carpo] [Anticorpos Séricos] [CPK elevada] [Polineuropatias] [Causas de Radiculopatia] [EMG nas Radiculopatias] [EMG - Limitações] [Distrofias das Cinturas] [DNA para Dças Neuromusculares] [PCR para Infecções] [Neuropatias Genéticas] [Paralisias Periódicas] [Revisões] [Artigos] [Neurologia] [Links Interessantes] [Intranet] [Endereço] [Fale Conosco]