BuiltWithNOF
Paralisias Periódicas

 

   1. Paralisia Periódica Hipercalêmica

       - ataques de fraqueza muscular periódica desde a infância.

       - crises de curta duração (minutos a horas).

       - músculos bulbares e respiratórios são poupados durante os ataques.

       - muitos pacientes apresentam miotonia clínica ou eletrofisiológica.

       - desencadeadas por jejum prolongado, frio, ingestão de potássio e repouso após exercício.

       - a fraqueza melhora com ingestão de carboidratos e inalação de beta-adrenérgicos.

       - pode estar associada com arritmias cardíacas e dismorfia facial (síndrome de Andersen)

   2. Paralisia Periódica Hipocalêmica

       - ataques de fraqueza muscular iniciam na adolescência ou juventude.

       - crises de longa duração (dias).

       - musculos bulbares e respiratórios podem estar fracos durante as crises.

       - ausência de miotonia.

       - desencadeadas por ingestão de carboidratos, frio, estresse, álcool e repouso após exercício.

       - pode estar associada com tireotoxicose (início tardio)

 

   Obs: veja material completo no ítem Revisões

[EMG LAB] [Corpo Clínico] [Serviços] [Convênios Atendidos] [Dúvidas Frequentes] [Nossos Preços] [EMG LAB News] [Dicas Neuromusculares] [Imunoglobulina - IVIG] [Dças Imune-Mediadas] [Túnel do Carpo] [Anticorpos Séricos] [CPK elevada] [Polineuropatias] [Causas de Radiculopatia] [EMG nas Radiculopatias] [EMG - Limitações] [Distrofias das Cinturas] [DNA para Dças Neuromusculares] [PCR para Infecções] [Neuropatias Genéticas] [Paralisias Periódicas] [Revisões] [Artigos] [Neurologia] [Links Interessantes] [Intranet] [Endereço] [Fale Conosco]