BuiltWithNOF
Toxina Botulínica

 

A toxina botulínica é um agente paralizante produzido pela bactéria Clostridium botulinum, causadora do botulismo. A principal ação dessa droga é bloquear a liberação do neurotransmissor acetilcolina, responsável pela contração muscular, secreção salivar e das glândulas sudoríparas.

Aproveitando essa propriedade essa toxina foi sintetizada em laboratório para o tratamento da espasticidade, certos tipos de distonia, algumas cefaléias crônicas, sialorréia (salivação excessiva) e hiperidrose (sudorese excessiva).

Pequenas quantidades de toxina botulínica são injetadas pelo médico dentro dos músculos afetados por distonia e espasticidade, causando paralisia transitória dos músculos injetados e melhorando os espasmos e dores.

Algumas formas de cefaléia crônica podem apresentar excelente resposta à injeções de toxina botulínica, especialmente a cefaléia tensional e a enxaqueca.

Nos casos de sialorréia a toxina é injetada nas parótidas e glândulas submandibulares e na hiperidrose a injeção é feita na região afetada .

O tratamento com toxina botulínica é sintomático, ou seja, apenas alivia os sintomas. A duração dos efeitos é variável, em média de 3 a 4 meses. Após esse tempo, novas aplicações são necessárias.

Efeitos colaterais são raros e transitórios e dependem do local de aplicação, incluindo fraqueza generalizada (apenas com altas doses de toxina), boca seca, queda das pálpebras e dificuldade de deglutição. O uso frequente da toxina pode levar à formação de anticorpos, levando à falta de resposta de futuras aplicações.

O EMG LAB realiza aplicações de toxína botulínica guiada por eletromiografia, permitindo que os músculos afetados sejam mais facilmente identificados. Antes das aplicações os pacientes são avaliados por um de nossos neurologistas para confirmar a indicação e eventualmente necessitarão de uma avaliação eletromiográfica (Turn Analysis) para definir a severidade de acometimento de cada músculo afetado.

Após a aplicação, uma nova visita é agendada em 30 dias para avaliar a resposta clínica ao procedimento.

Apesar do custo da toxina ser elevado, a maioria dos convênios médicos paga os gastos.

Confira a lista de indicações em que nosso laboratório disponibiliza aplicações de toxina botulínica:

   * espasticidade causada por AVC ou outras doenças do sistema nervoso central.

   * distonias cervicais (torcicolo espasmódico).

   * blefaroespasmo.

   * espasmo hemifacial.

   * disfonia espasmódica.

   * distonias focais dos membros.

   * cefaléias tensionais e enxaqueca.

   * sialorréia (salivação excessiva).

   * hiperidrose (sudorese excessiva).

 

Para mais informações sobre a toxina ou para agendar uma avaliação entre em contato conosco.

[EMG LAB] [Corpo Clínico] [Serviços] [Eletroneuromiografia] [Estimulação Repetitiva] [EMG de Fibra Única] [Near Nerve] [Estudos Autonômicos] [Potenciais Evocados] [Toxina Botulínica] [Convênios Atendidos] [Dúvidas Frequentes] [Nossos Preços] [EMG LAB News] [Dicas Neuromusculares] [Revisões] [Artigos] [Neurologia] [Links Interessantes] [Intranet] [Endereço] [Fale Conosco]